sistema híbrido

O EAD na Cultura: como o sistema híbrido veio para ficar

Você já ouviu falar sobre o sistema híbrido? Essa modalidade ganhou ainda mais força durante a pandemia da Covid-19.

Talvez você já tenha participado de alguma atividade nesse formato, ou até mesmo escutado esse termo.

Tanto no ambiente corporativo quanto no âmbito educacional, o modelo híbrido veio sendo adotado em larga escala, como alternativa frente aos desafios do distanciamento social.

O que é o sistema híbrido?

Em síntese, sistema híbrido consiste em realizar tarefas de forma mais flexível, integrando o uso do computador de qualquer lugar e também frequentando um espaço físico, como escolas ou empresas, por exemplo.

No caso das escolas, esse modelo é mais conhecido como ensino híbrido. Trata-se de uma abordagem pedagógica que busca combinar atividades presenciais com atividades que sejam realizadas por meio das tecnologias digitais e comunicação (TDICs).

Com essa mudança repentina em muitas partes do mundo, algumas pessoas têm questionado se a adoção do ensino online e o home office (para empresas) continuarão após a pandemia e como essa mudança impactaria a nossa sociedade.

Sem dúvidas, é um fato que esse novo formato veio para ficar. E no pós-pandemia deverá crescer ainda mais.

No entanto, para este modelo funcionar de forma eficaz, será preciso fazer ajustes.

Enquanto líderes (políticos, empresários e educadores) se preparam para aplicar as mais diversas variações de modelos híbridos, alguns pesquisadores vêm apontando certa ansiedade e ceticismo em relação a adoção de um novo modelo de aprendizagem e jornada de trabalho.

Já outros apontam seus benefícios.

Configurando o modelo para o sucesso

Sem dúvidas, os benefícios desse formato vão depender muito da qualidade de implementação do mesmo.

Ou seja, uma má organização ou estruturação ruim poderão acarretar em resultados ruins e o fracasso de adaptação.

No caso da Educação, com alguns alunos preferindo aprender estritamente em casa, outros se dedicando a irem à escola todos os dias e alguns solicitando uma combinação dos dois, a ideia é que tudo seja adaptado aos métodos de entrega e as prioridades com base nas necessidades individuais de cada aluno.

Fica claro que a implantação do ensino híbrido vai requerer uma boa formação do professor, a adequação de proposta pedagógica, bem como das atividades curriculares e principalmente da dinâmica de sala de aula.

Vantagens da permanência do sistema híbrido em nossa cultura

Você já parou para pensar quais benefícios reais o sistema híbrido nos trouxe durante a pandemia?

Para além de nos ajudar com o distanciamento social, esse formato se mostrou bastante eficaz em determinados pontos.

Mas, conhecê-lo melhor o ajudará a reconhecer os motivos pelos quais ele vale a pena.

Da mesma forma, é necessário adotar estratégias para que sua implementação não seja prejudicial para funcionários, professores e alunos.

Por isso, listamos aqui algumas das vantagens desse modelo que veio para ficar.

1. Otimização de tarefas e gestão de tempo

Para os empregadores, geralmente existe uma grande preocupação em lidar com os atrasos frequentes de funcionários.

Com a flexibilidade na jornada de trabalho, acaba havendo uma diminuição de atrasos. Afinal, com esse sistema os funcionários passam a ter uma redução de tempo gasto com trânsito.

Além disso, ao mesclar o home office com a jornada de trabalho dentro da empresa, caso seja feita toda uma estruturação correta no ambiente digital, os processos acabam sendo mais dinâmicos, práticos e eficientes.

Ou seja, com a adoção do sistema híbrido, é muito mais provável que haja um ganho de produtividade e qualidade dos trabalhos.

2. Maior alcance

Durante a pandemia, vimos que palestras, treinamentos, cursos e workshops foram feitos de forma totalmente remota. Tanto em ambientes assíncronos (que não exigem a participação simultânea) quanto em síncronos (em tempo real).

Essa mudança facilitou bastante, e pessoas de diversas localidades puderam participar, sem que precisassem viajar para outra cidade, estado ou até mesmo país.

3. Mais autonomia

O sistema híbrido possibilita que estudantes desenvolvam sua autonomia no processo de aprendizagem, bem como de que funcionários encontrem soluções a partir de onde estiverem.

Além disso, incentiva uma interação maior com colegas de trabalho, outros alunos e/ou com os professores.

Com esse modelo, as pessoas precisam entender como criar debates, abrir espaço para resolução de dúvidas e trazer questões até mesmo em fóruns virtuais.

4. Redução de custos

Sem dúvidas, esse é um dos principais motivos pelos quais empresas vêm cogitando a aplicação do sistema híbrido.

Quando se opta por jornadas onde se integra o home office e parte dos trabalhos de forma presencial, há uma grande redução de custos com equipamentos, locação de espaço, mobiliário, energia, água e alimentação.

Ainda que o sistema híbrido traga gastos como, equipes de TI, softwares pagos (para gestão de jornada de trabalho, bem como aulas e treinamentos remotos), segurança cibernética, aumento de banda larga e planos telefônicos.

5. Mais flexibilidade

Ao invés de ter que escolher entre trabalhar no escritório ou em casa, o profissional poder optar por trabalhar em qualquer lugar que se sinta mais produtivo.

Seja no escritório, onde o cliente estiver, em um local de trabalho compartilhado ou em sua própria casa.

O modelo de trabalho híbrido abrange uma flexibilidade que muitos de já vivenciamos.

Considerações finais

Apesar da pandemia do novo coronavírus, o sistema híbrido já era visto como uma tendência que viria para ficar.

Então, abordamos esse formato que ganhou mais força, ao ser uma das melhores alternativas diante do novo cenário de distanciamento social.

Por isso, considerando que a ideia principal em torno do sistema híbrido é a de evitar retrocessos, podemos ver que suas vantagens vão além.

Com base nessa nova realidade, caso ajustes sejam promovidos da forma correta daqui para frente, o formato pode ser de extrema importância para todos.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *