cultura como formadora de cidadãos

A Cultura como formadora de cidadãos

Quando falamos sobre o valor da cultura para a sociedade, sempre começamos pelo seu valor intrínseco.

Ou seja, acerca dos prazeres estético e sensorial, e de como eles podem iluminar nossa vida interior e enriquecer nosso mundo emocional.

Só que além disso, devemos entender que apesar desses valores intrínsecos serem importantes para enriquecer nossas vidas, eles também transbordam ao público e coletivo.

Isto é, a cultura se manifesta no amplo, como na economia, saúde, bem-estar e na educação da sociedade.

Por isso, é importante reconhecer esse impacto para que nós, enquanto sociedade, passemos a pensar na cultura como a principal mediadora de transformações sociais.

Afinal, o que é cultura?

Cultura é tudo aquilo que descreve um determinado grupo de pessoas.

Esse grupo pode ser formado por uma família, um grupo religioso ou pessoas de uma cidade diferente, bairro, estado ou país.

Também pode ser formado por pessoas que compartilham uma origem étnica, dinâmica de vida ou cultura de trabalho semelhante.

Em síntese, podemos dizer que a cultura se trata de modo de vida.

Nesse sentido, ela serve para descrever características como línguas, costumes, comida, artes, geografia, valores familiares e crenças.

Os benefícios diretos de aquisição cultural refletem na nossa saúde, bem-estar, autoestima, desenvolvimento de habilidades, capital social e retorno econômico.

Além disso, eles também se refletem em nossa história, em nosso patrimônio e na forma como expressamos nossas ideias e criatividade.

Sobretudo, com a cultura desenvolvemos um senso de pertencimento, crescimento pessoal e cognitivo, bem como a capacidade de criar empatia e de se relacionar uns com os outros.

Quais são os benefícios em aprender sobre culturas diferentes?

Com o mundo atual tão conectado e em constante transformação, as pessoas têm percebido a verdadeira importância de aprender, compreender e valorizar as diversas culturas existentes.

Por isso, se estiver interessado em conhecer os motivos, a seguir selecionamos uma lista com alguns dos principais benefícios de buscarmos compreender as diferentes culturas:

Conseguimos entender melhor o mundo

O mundo é composto por pessoas das mais diversas culturas. Por isso, sempre que possível, ser exposto a diferentes culturas o ajuda a valorizar as pessoas que são diferentes de você.

Essa prática é importante principalmente para as crianças. Pois, quanto mais as crianças interagem com outras de culturas diferentes, mais elas aprendem a respeitar e a valorizar as diferenças.

Sendo assim, acabam se tornando adultos mais empáticos e cidadãos melhores para o futuro.

Minimizamos os estereótipos

Quando aprendemos mais sobre comunidades e suas diferentes culturas, não estaremos propensos a classificá-las de acordo com os estereótipos.

Lembre-se de que todo mundo é diferente. Portanto, o que uma pessoa ou um grupo faz, não deve ser usado para definir uma comunidade inteira.

Ajudamos a prevenir e a superar divisões étnicas e raciais

As divisões étnicas e raciais podem prejudicar a sociedade. Por exemplo, pode levar à falta de oportunidades, mal-entendidos e, no pior dos casos, à violência.

Comunidades marcadas por rivalidades étnicas e raciais frequentemente sofrem com os recursos humanos e financeiros.

Portanto, essas diferenças acabam desviando as comunidades de encontrarem soluções concretas para seus problemas mais emergentes.

Leia Também: Como as novas tecnologias impactam na nossa cultura

Qual a importância da cultura para a sociedade e como desenvolver competências culturais?

A vida acabaria se tornando completamente estática e estéril sem os recursos coletivos de nossas bibliotecas, museus, teatros, literatura, cinema, música e arte em geral.

Não haveria noção sobre o passado, tampouco um presente diverso e estimulante.

É claro que o valor inerente às artes e à cultura é, em partes, uma afirmação filosófica que não pode ser medida em números.

Pois, as manifestações culturais cultivam os tipos de cidadãos desejados para uma sociedade pluralista e multicultural.

Os laços sociais passam a ser criados entre os indivíduos quando eles compartilham suas experiências artísticas através da reflexão e do discurso, bem como expressam valores comuns e identidade comunitária através de obras de arte, filmes, canções, livros e culinária, que dão origem a eventos significativos para a experiência de uma nação (ou povo).

Sendo assim, existem várias maneiras pelas quais você pode começar a aprender sobre diferentes culturas. Nelas incluem:

Diversificar a prática de leitura

Ao invés de ler livros escritos por pessoas com as quais você se identifica, que tal adotar a prática de ler livros escritos por pessoas diferentes e principalmente de culturas diferentes?

Sem dúvidas, isso ajudará você a aprender aspectos novos de uma cultura diferente da sua, além de se tornar capaz de repensar a sua própria para quebrar paradigmas.

Interagir com pessoas que vêm de culturas diversas

Esta é uma das melhores formas de aprender e compreender a cultura de outras pessoas.

Uma maneira de conseguir isso é por meio de intercâmbios e trabalhos voluntários.

A vantagem dessas atividades, é que através delas você poderia conhecer pessoas de diferentes países e etnias.

Você não apenas aprende sobre a cultura deles, mas também os ensina sobre a sua própria cultura.

Ter uma interação individual com as pessoas, ajuda você a ouvir histórias diferentes e em outras perspectivas.

Aproveite esta oportunidade para fazer perguntas que você possa ter sobre a cultura e ensinar-lhes tudo o que eles querem saber. Dessa forma, um aprenderá com o outro.

Conhecer a gastronomia de outras culturas

O alimento desempenha uma função importante na existência humana. Além disso, a comida que todos consumimos está ligada à nossa cultura.

Com isso, você poderia aprender e compreender uma cultura específica provando sua comida.

A comida é uma necessidade, pois independentemente de onde você esteja ou de onde você venha, é um fato que você precisa de comida para sobreviver.

No passado, por exemplo, as pessoas vagavam pela terra para caçar e coletar alimentos, por isso acredita-se que muitas das culturas na sociedade tenham surgido através da comida.

E muito embora as práticas alimentares tenham mudado nos tempos modernos, elas continuam sendo um dos fatores de união para as pessoas em todo o mundo.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.