Impacto da tecnologia na cultura

Novas tecnologias: como elas impactam em nossa cultura?

Sabemos que os avanços na tecnologia foram historicamente impulsionados a atender às necessidades e exigências das pessoas (a cultura) assim como foram estimulados por grande criatividade e perseverança.

As tecnologias sempre são absorvidas pela vida das pessoas, de modo que afetam sua cultura e modo de vida.

No entanto, há alguns anos a tecnologia vem evoluindo mais rápido do que a cultura e, portanto, há uma mudança na relação entre as duas.

Sendo assim, quando unimos a arte e a tecnologia, podemos dizer que elas definem e continuam a remodelar o mundo em que vivemos.

Desse modo, sendo regida pela nova estética, pelo virtual, pelo científico e pela lógica inacreditável, a tecnologia combinada com a arte desafia as nossas percepções e é a partir disso que obtemos a criatividade e também a forma como nossa vida se molda.

Por isso, vamos apresentar nesse artigo como as novas tecnologias têm interferido nas relações humanas, bem como a forma que elas vêm impactando a nossa cultura.

A influência das novas tecnologias em nossa vida

Ao longo das últimas décadas, notamos que a forma de nos relacionarmos com as pessoas tem passado por mudanças.

Afinal, hoje podemos nos conectar com as pessoas em uma escala muito maior, e relações de longa distância podem ser mantidas vivas por meio de aplicativos como Skype e WhatsApp, por exemplo.

Além disso, pense em como a tecnologia e a fabricação de carros moldaram nossa cultura.

A produção em massa de veículos desenvolveu a noção de deslocamento, a criação de subúrbios e até mesmo viagens rodoviárias. As rádios desenvolveram a cultura de escuta e audiência.

Em contrapartida, há pouco tempo também vimos inúmeros negócios culturais sendo ameaçados pelos avanços tecnológicos, como caso do Netflix, que extinguiu as locadoras, ao possibilitar o acesso a filmes e séries através unicamente de aplicativo.

Ou seja, podemos perceber como, de fato, a tecnologia tem influência em nossas vidas e tem potencial para moldar o contexto cultural em que estamos inseridos.

A participação das novas tecnologias no processo criativo

Agora, pense em arte. O que vem à sua mente? Talvez Picasso, Monet ou Dali. Então, pense em tecnologia. Provavelmente você deve estar imaginando um smartphone ou um computador.

Entretanto, apesar das duas coisas parecerem distintas, é muito possível pensá-las em conjunto, uma vez que a tecnologia e a arte expressam conhecimentos naturais do ser humano.

Você sabia que ao longo da história, a tecnologia forneceu aos artistas novas ferramentas de expressão?

A participação da máquina no processo criativo passou por inúmeras possibilidades desde coadjuvante a ativa, até como uma ferramenta técnica que dá vazão ao processo artístico, seja ele conceitual, de uma presença sólida ou mesmo subjetiva.

A ação tecnológica nas áreas artísticas pode ser vista nas artes visuais e audiovisuais, na literatura, na música, e nas artes performáticas.

A perspectiva artística, se concentra em qual é o significado social e cultural de práticas específicas e como elas são concebidas.

Ou seja, a abordagem artística pode penetrar em suas práticas e questioná-las desde suas raízes, abrindo um novo caminho para repensar e inovar.

Cientistas, desenvolvedores de software, inventores, empreendedores, mas também músicos, artistas visuais, cineastas e designers, estão ocupados criando novas experiências humanas.

Graças a eles, não só a arte original está sendo feita em todos os lugares, mas também formas de arte totalmente novas estão evoluindo.

Mais e mais artistas estão ultrapassando os limites da arte, olhando para fora do que é percebido como “tradicional” para incorporar outros aspectos em seu trabalho.

A arte está se tornando cada vez menos estática, assumindo muitas novas formas diferentes, desde a impressão de esculturas criadas digitalmente em 3D a flashmobs e fotógrafos enfileirando centenas de voluntários na praia.

A democratização da arte através do uso da tecnologia

Uma nova forma de arte surgiu e o acesso à arte também mudou. Hoje em dia, não é necessário ir a uma galeria ou museu para ver uma obra de arte, agora você pode fazer isso através do seu celular.

Na verdade, hoje muitas formas de arte precisam de tecnologia para serem concluídas: realidade aumentada e virtual, tours de áudio, telas sensíveis ao toque e a Internet estão se tornando cruciais para o público apreciar a arte.

Com o surgimento de ferramentas como a realidade virtual e o poder das mídias sociais, as pessoas não são mais os meros espectadores.

Elas se tornaram protagonistas de suas próprias experiências e as criadoras de seus próprios conteúdos.

Então, isso influencia fortemente como a arte é concebida, criada e “consumida”. Com o crescimento da internet, plataformas de assinaturas, como YouTube, Netflix, Spotify, e muitos outros, praticamente eliminaram intermediários e passaram a possibilitar o contato direto entre artista e o público.

Além disso, também existe uma variedade de ferramentas para criar, manipular e distribuir imagens.

Por exemplo, graças aos smartphones equipados com câmeras de alta resolução, o sentido estético das fotografias não é mais reservado aos artistas somente.

Pessoas que possuem smartphones são artistas em potencial, porque têm acesso a uma variedade de ferramentas técnicas.

Essas novas possibilidades técnicas combinadas com o poder das mídias sociais estão trazendo novas possibilidades de criação estética.

Como a arte está mudando a maneira de atrair a atenção dos clientes. As empresas percebem o poder do intercâmbio de conhecimentos e práticas entre arte e tecnologia.

As organizações estão criando experiências atraentes e divertidas para lançar seus produtos e incentivar as pessoas a se envolverem com sua marca.

E então, você conseguiu perceber o impacto que as novas tecnologias têm na cultura?

E para além disso, como nossa cultura também influencia o desenvolvimento dessas tecnologias?

Atualmente, podemos dizer que os aspectos culturais estão diretamente ligados à evolução das ferramentas tecnológicas.

E a arte e tecnologia quando unidas, elas podem fazer coisas muito poderosas!

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *